Como começar a investir: Você quer investir e não sabe como começar?

Para começar, você deve estar claro que investir é simplesmente colocar seu dinheiro para trabalhar de uma forma que aumente sua renda com o tempo.

No entanto, a escolha do tipo de investimento pode tornar-se complexa se não estiver claro para o que pretende investir, ou se não compreender a diferença entre acções, obrigações, imóveis ou fundos mútuos.

Cada investidor responsável dará os mesmos passos iniciais: primeiro, estudar as alternativas disponíveis, e depois escolher a que melhor se adapta às suas necessidades.

Aqui estão os primeiros passos e perguntas que você deve responder para colocar o seu investimento na direção certa.

1. Uma das primeiras coisas é descobrir qual é o seu perfil de investidor

Sua personalidade e seu perfil de investimento nem sempre são os mesmos. Só porque você é tímido não significa que você é muito conservador para investir, ou desfrutar de esportes radicais não necessariamente faz de você um subinvestidor.

Há centenas de testes na Internet que você pode fazer para definir seu perfil de investimento; comece com este oferecido pela Superintendência de Valores Mobiliários e Seguros (SVS).

Aproveite também os questionários que muitas instituições financeiras oferecem aos seus clientes para responder para determinar o seu perfil. 

Quanto melhor souber qual é o seu nível de risco em relação à forma como o seu dinheiro se comportará num contexto de investimento, melhor será a sua decisão.

2. Decida quanto dinheiro você tem que investir

Saber exatamente quanto você tem disponível para investir lhe permitirá colocar limites a possíveis perdas e reconhecer ganhos reais.

Para saber este valor, você deve primeiro organizar suas finanças e saber quanto você está disposto a investir em um determinado tempo.

Em um investimento, o dinheiro mudará de valor, e isso não deve afetar suas finanças pessoais. É por isso que recomendamos que você reserve água; o dinheiro que você usa para as suas despesas não é o mesmo dinheiro que você vai economizar, nem é o mesmo dinheiro que você vai investir.

Finalmente, tenha em mente que o dinheiro que você tem disponível para investimento deve cobrir todos os custos associados e requisitos mínimos de acordo com o produto financeiro que você escolher.

Descubra os valores mínimos de investimento, muitas vezes eles são menos do que você imagina e todos podem investir.

3. Entenda o básico

Quando souber qual é o seu perfil e tiver a certeza de quanto dinheiro vai usar, deve conhecer os dois conceitos básicos de qualquer investimento: risco e retorno.

O que é o risco?

É o conceito geral associado às flutuações que envolvem as operações de um investimento em relação aos valores esperados.

O que é rentabilidade?

É a capacidade que o investimento do seu dinheiro tem de gerar lucros.

Uma pessoa que investe escolhe entre risco ou retorno, dependendo do seu objectivo de investimento: poupar dinheiro ou obter um retorno mais elevado.

Há duas premissas com as quais você deve escolher entre alternativas de investimento de maior ou menor risco e retorno:

Se as condições de risco forem as mesmas, escolha o investimento que oferece o maior retorno.

Se as condições de retorno forem as mesmas, opte por aquela com o menor risco.

Quando você estiver claro sobre estes termos, você entenderá mais facilmente as suas alternativas de investimento atualmente disponíveis no mercado chileno:

  • Acções
  • Obrigações
  • Fundos Mútuos
  • Fundos imobiliários
  • ETFs

4. Estabeleça uma meta

Para que quer poupar? Qual é o seu objectivo de investimento? Quais são as suas condições para ambos? Estas são apenas algumas das perguntas que você deve fazer a si mesmo para identificar a razão pela qual você está reservando uma quantia de dinheiro para economizar ou obter um lucro.

É uma boa idéia ter um objetivo claro, que orienta seu planejamento financeiro e lhe dá maior consciência dos imponderáveis que surgirão ao longo do caminho.

5. Escolha o produto financeiro que melhor lhe convier

Esta decisão irá influenciar o seu plano de investimento. O produto que você escolher deve se adequar ao seu perfil de investimento e necessidade financeira.

Você pode querer começar devagar e com segurança, ou pode querer buscar lucros mais rápida e imediatamente. Para que você possa tomar uma decisão informada, conheça as principais diferenças entre os instrumentos de poupança e investimento mais comuns no mercado.

Tenha sempre em mente que, independentemente do instrumento escolhido, você deve diversificar; alocar diferentes percentagens ou montantes do seu dinheiro em diferentes instrumentos de investimento, para reduzir e controlar o risco de perda.

6. Desenvolver um plano de investimento para um determinado período de tempo

Sabe quanto tempo investir? Quantas vezes quer ter lucro? Vai estar sempre atento ou vai vê-lo indirectamente? Prefere deixá-lo para um especialista?

Todas estas perguntas lhe permitirão planejar seu investimento sabendo exatamente o que você quer, quando e como.

7. Compreender os custos associados

Qualquer investimento em instrumentos financeiros implica algum tipo de custo ou pagamento associado. Normalmente consistem em taxas para manter e gerir o seu dinheiro, mas também há custos de manutenção e custos associados ao risco que pode nem sempre saber exactamente.

 Há também os impostos que você terá que pagar quando resgatar seus ganhos.

Certifique-se de verificar com a instituição financeira que confiará o seu dinheiro para descobrir quais são todos estes custos associados, e considere-os parte do valor do seu investimento.

Conclusão

Começar a investir envolve um conjunto de incertezas e situações imprevistas, com as quais você deve saber lidar desde o início.

É por isso que você deve decidir sobre seus objetivos, definir um plano financeiro, entender os custos e lidar com os conceitos básicos que o ajudarão a entender do que se trata o seu investimento.

Certifique-se de fazer perguntas e informar-se antes de tomar uma decisão que o faça sentir-se confortável. A chave é começar com passos gerenciáveis para colocá-lo no caminho certo.