Como investir dinheiro: 7 dicas para empresários

Ouvir conselhos sobre investimentos é crucial em todos os empreendimentos e negócios.

Podemos dizer que é comum as pessoas, independentemente do trabalho que fazem, procurarem estabilidade financeira, mas com a preocupação de terem de carregar uma dívida elevada e juros de empréstimo para a obterem.

Para os empresários, saber gerir o seu dinheiro de forma saudável é ainda mais importante, tendo em conta as incertezas que um negócio próprio pode trazer, principalmente para os iniciantes.

Sabemos que quando o dinheiro é ocioso, facilmente acessível e não tem destino, é mais fácil gastá-lo de forma irresponsável e desnecessária.

É por isso que vamos partilhar 7 dicas para investir dinheiro

A importância de investir dinheiro de diferentes maneiras

Alguns investimentos permitem-lhe gastar uma pequena quantia, enquanto outros requerem um valor mais elevado para começar.

Com a retirada, funciona da mesma forma. Há investimentos que você pode retirar a qualquer momento, tais como poupança, e outros em que você só verá seu dinheiro novamente após seis meses ou um ano.

Se você investigar o mercado, verá que existem opções de investimento disponíveis para cada perfil de empreendedor, desde o inseguro até o mais ousado.

No entanto, não é aconselhável colocar tudo o que você tem (mesmo que seja pouco) em um único investimento.

Como o mercado financeiro sofre muitas flutuações, principalmente em economias mais frágeis, se você colocar todo o seu dinheiro em um só lugar, no caso de uma queda, você pode sofrer muitos danos ou mesmo perder todo o valor investido.

Qual o valor a investir?

Primeiro, é importante saber que não há valor mínimo ou máximo a investir, o montante variará dependendo do tipo de investimento e do perfil do empresário.

No entanto, há alguns cálculos que você pode fazer para pensar em uma quantia ideal para atingir seu objetivo.

Comece por registar todas as suas despesas fixas, tais como aluguer, financiamento, electricidade, água, plano de saúde, telefone, Internet, contas mensais, impostos, estudos, entre outros. Não se esqueça de registar as despesas geradas pela sua empresa, tais como aluguer de espaço (se aplicável), custos de produção e pagamento de fornecedores.

Registre um valor de fluxo de caixa, para que a empresa continue a operar, mesmo que você não esteja gerando tanta renda.

Para realizar este controle, você pode usar o Excel, Google Drive ou ferramentas de gestão financeira disponíveis online.

Tipos de investimento

Existem vários tipos de investimentos no mundo, por isso vamos apresentar os principais formatos e explicar o que torna cada um diferente para que você possa decidir o melhor destino para o seu dinheiro.

Ao analisar as vantagens e desvantagens que os modelos apresentam, tente também observar quais deles são mais adequados aos objetivos que você estabeleceu para o seu empreendimento.

Poupança

A poupança é uma das formas mais comuns de investimento, provavelmente porque está disponível em qualquer instituição financeira.

No entanto, perdeu terreno para opções que, apesar de um pouco mais complexas, acabam por ser mais rentáveis para o investidor.

Para começar, só é necessário encontrar uma instituição financeira com a documentação necessária em mãos e abrir uma caderneta de poupança. A partir daí, o investidor pode depositar e retirar o valor desejado, quando necessário.

  • Vantagens
  • Ter liquidez diária, que é exatamente aquela praticidade de poder retirar dinheiro a qualquer momento.
  • Está isento de imposto de renda.
  • É uma forma segura de investimento, uma vez que em vários países tem a protecção de fundos de protecção por indivíduo.
  • Não há acusações.
  • Desvantagens
  • Em alguns países pode ter um desempenho inferior ao esperado.
  • Embora os saques possam ser feitos a qualquer momento, o investidor só recebe o retorno quando deixa o dinheiro até a data em que o depósito tem um ano ou mais, ou seja, uma vez por ano. Se o retirar antes, perde todo o rendimento.
  • Para aqueles que têm dificuldade em poupar, o recurso de liquidez diária pode encorajar a retirada desnecessária e antecipada de dinheiro.

Deposito a prazo

Esta opção de investimento é um título emitido pelos bancos com o objectivo de angariar fundos para financiar as suas actividades, tais como investimentos ou empréstimos a terceiros.

Para simplificar, podemos dizer que, quando você investe em um depósito a prazo, você empresta seu dinheiro ao banco e recebe em troca o pagamento de juros sobre a operação, que podem ser pré ou pós fixados.

Na maioria dos casos, quanto maior o período de aplicação, maior é a avaliação oferecida.

  • Vantagens
  • Apresenta maior rentabilidade em comparação com a poupança.
  • Em muitos países também é protegido por fundos de garantia de crédito, o que o torna um investimento seguro.
  • Tem períodos de carência mais curtos em comparação com outros tipos de investimentos, permitindo que o dinheiro seja retirado após um curto período de tempo de aplicação.
  • Desvantagens
  • Em muitos países está sujeita ao imposto de renda, com tributação variável de acordo com o prazo do investimento.
  • Requer uma quantia inicial mínima, que pode ser difícil para quem está começando e/ou ainda não tem o valor estipulado.
  • Normalmente não pode ser retirado antes de 6 meses.

Letras de câmbio

As letras de câmbio são uma forma de poupança, onde a quantidade de dinheiro a ser investida pode ser retirada numa data determinada e cujo retorno depende do mercado ao qual o valor está associado. Um dos mercados mais comuns é o imobiliário.

Entretanto, nesses casos, o investidor «empresta» o dinheiro às instituições financeiras que o emitem para ser oferecido como crédito nas áreas imobiliária ou de agronegócios, por exemplo.

  • Vantagens
  • Tem um maior retorno em muitos países, em comparação com a poupança e os depósitos a prazo.
  • Eles estão isentos de imposto de renda para pessoas físicas.
  • Eles normalmente têm alguma protecção de fundos de crédito.
  • Desvantagens
  • Requerem uma aplicação mínima mais elevada, em comparação com a do depósito a prazo.
  • No caso de um período de recuperação de 90 dias, ou seja, antes desse período, o dinheiro investido não pode ser retirado.

Tesouraria Directa

O Treasury Direct é um programa desenvolvido para permitir a venda online de títulos do governo federal a indivíduos.

Se nas opções anteriores o investidor «empresta» seu dinheiro a bancos, instituições imobiliárias ou outros, ao escolher Tesoro Directo, o empréstimo é feito diretamente ao governo federal ou nacional.

Portanto, o investimento está disponível para o governo investir em obras públicas e, após o prazo determinado, o investidor recebe o capital de volta com o valor corrigido.

  • Vantagens
  • É um investimento acessível, cujos valores mínimos para aplicação são geralmente baixos.
  • Oferece segurança para o investidor, pois são garantidas pelo Tesouro Nacional.
  • Apresenta alta rentabilidade.
  • Tem liquidez diária.
  • Desvantagens
  • O investidor perde o retorno se o resgate for feito antes do tempo estipulado.
  • Requer o pagamento de taxas.
  • Não está isento de imposto de renda.

7 DICAS PARA INVESTIR DINHEIRO

Agora que você já entendeu onde pode investir dinheiro, vamos ver algumas dicas práticas que podem ajudá-lo a começar com seus investimentos.

1. Procure por diferentes opções

Como você pode ver, há várias opções de investimento disponíveis, e cada uma delas tem vantagens e desvantagens que podem influenciar significativamente o desempenho.

Antes de decidir, faça uma extensa pesquisa e avalie cuidadosamente para escolher as opções que melhor se adaptam às características do seu negócio.

2. Consulte um especialista

Para aqueles que estão apenas começando e não têm conhecimento do assunto, a pesquisa por conta própria pode não esclarecer todas as dúvidas e detalhes sobre investimentos.

Para maior segurança, vale a pena consultar um especialista na área, seja um gerente bancário, contador, analista de investimentos ou economista. Desta forma, você pode analisar cuidadosamente cada opção e alocar o valor ideal para cada tipo de investimento.

3. Deixe o dinheiro trabalhar

Mesmo que uma de suas escolhas tenha liquidez diária e, portanto, torne possível o saque a qualquer momento, organize-se para que isso não seja necessário.

Ao pagar a fiança antes da hora, você perde renda, o que faz todo o esforço que você fez para coletar e investir essa quantia sem valor.

4. Ter um objectivo em poupar

Um dos pontos a considerar ao aplicar o dinheiro é o objectivo que se pretende alcançar com esse valor.

Se você precisa ter uma quantia x em um período de 2 anos para poder expandir seu negócio, por exemplo, é interessante apostar em um formato que tenha maior rentabilidade, mesmo que a liquidez seja menor (o que não será tão ruim, já que servirá de incentivo para que você não retire o dinheiro antes do tempo!)

5. Não misture finanças pessoais com finanças empresariais

Ao separar as suas finanças pessoais das profissionais, é mais fácil ver a situação real do seu negócio.

Ao manter as duas contas juntas, você pode sentir que seu negócio tem mais dinheiro para gastar do que realmente tem, pois está misturado com o que é destinado às suas despesas pessoais.

Imagine gastar aquele dinheiro no seu negócio que foi destinado aos impostos cobrados no início do ano, e depois não ter maneira de substituir aquele dinheiro!

6. Poupe nas pequenas coisas

No dia-a-dia, compramos muitas coisas de baixo custo que, de momento, não parecem afectar as nossas despesas globais, não é verdade?

No entanto, quando somamos tudo no final do mês, nos encontramos com uma conta enorme, cheia de «pequenas coisas».

Uma dica para poupar mais dinheiro é ter cuidado com estas despesas menores que, se reduzidas, podem gerar boas poupanças e permitir-lhe fazer um investimento maior.

7. Invista qualquer dinheiro extra

Você pode fazer um trabalho freelance, recuperar uma quantia emprestada há alguns anos atrás, ou ter acesso a qualquer dinheiro que não estava previsto no seu rendimento fixo.

Neste ponto, tente não se deixar levar e gastar tudo em coisas supérfluas. É difícil, nós sabemos, mas pense a longo prazo e coloque esse valor no seu investimento para aumentar ainda mais a sua renda.

Invista no seu negócio

Agora que você já viu que investir não é um bug de sete cabeças, você pode começar a se organizar para investir dinheiro da melhor maneira possível.

Lembre-se que, para além de lhe permitir multiplicar o retorno financeiro do seu negócio, parte do retorno pode ser usado para promover melhorias no seu negócio e ajudá-lo a ter mais sucesso!